Curso de francês em Paris – Parte 2

Na primeira parte do post sobre meu Curso de francês em Paris eu contei como escolhi a France Langue para estudar e agora vou contar sobre o curso e onde me hospedei durante o período.

Bom, como eu já disse antes meu curso de francês foi em Julho de 2014, ou seja, nas férias, portanto eu teria apenas aquele período para: viajar para quatro países (Espanha, Bélgica, França, Holanda) e fazer o meu curso. Já contei antes também que eu viajei com a minha família, portanto a solução que encontramos foi: nós viajaríamos pela Europa e o último destino seria a França, eles voltariam para o Brasil e eu continuaria lá estudando. Portanto fiquei quatro dias do curso em um hotel (assunto para outro post) com a minha família e os outros 14, em uma residência estudantil.

Fechei o meu curso com uma empresa de Belo Horizonte, mesmo tendo a opção de fechar através do site da escola, mas me senti mais segura assim, apesar de que, hoje em dia, pensaria duas vezes e arriscaria fazer por conta própria.

Tal empresa fez a ponte entre eu e a escola: me apresentava as opções, eu escolhia, e ela repassava. O curso que escolhi foi o General French de 20 horas semanais, estudava durante a manhã e turistava durante a tarde/noite.

O preço do curso varia de acordo com a quantidade de semanas que se vai estudar. Por exemplo, de 1 a 3 semanas custa €240 por semana, de 4 a 11, €230 e mais de 12 semanas, €210 por semana. Os preços variam também de acordo com qual unidade se vai estudar. O curso foi bem curto, menos do que eu queria, mas era o que dava já que foi no período de férias.

O primeiro dia

No primeiro dia de aula fomos para a sede da escola (que é bem perto da escola mesmo) para efetivar a matrícula e fazer o teste de francês para definir qual nível e qual turma nos encaixamos, depois tem uma dinâmica em grupo (tudo em francês) para conhecermos os colegas.

Onde fiquei

A parte da hospedagem foi a mais complicada, já que algumas residências abrem apenas em alguns períodos do ano e muitas já estavam cheias (alunos de faculdades também utilizam essas residências, na minha por exemplo tinha vários da Sorbonne).

A escola disponibiliza quatro opções de acomodação: apart hotel, hotel, host family e residência estudantil, a minha escolhida. São disponibilizadas cinco residências para escolhermos, e, levando em consideração a proximidade com a escola, a localização em Paris e o que oferece (café da manhã, free wifi, limpeza dos quartos), optei pela Maison des Lycéenes

image  quartier_latin1

A residência era um antigo casarão, portanto tem um estilo de casa europeia, bem aconchegante e não muito grande como as outras residências que tinha visto no site. Ela está localizada perto da Sorbonne, no coração do Quartier Latin, para mim, um dos melhores bairros de Paris. Me senti muito segura lá e tinha tudo perto, supermercado, vários restaurantes e bares, lojas, creperias e tudo que eu precisava sem precisar andar muito, além de uma estação de metrô há 5 minutos a pé.

Os quartos são pequenos mas do tamanho necessário para quem está estudando e não precisa de muito. Os banheiros são compartilhados no corredor e o café da manhã é muito bom e completo.

Enfim, foi uma experiência muito boa e queria que tivesse durado mais, espero depois poder voltar e ficar mais tempo. Não mudaria nada e recomendo tanto a escola, que tem excelentes professores e que me acolheu super bem, quanto a residência.

Fotos: Google

Curso de francês em Paris – Parte 1

Quando fiz meu intercâmbio para Los Angeles em 2012/2013 voltei para o Brasil contra a minha vontade. Tudo que eu queria era continuar lá, estudando inglês, conhecendo a California com meus amigos de lá, comendo só coisa gorda e tomando Haagen-Dazs por U$2,00 todo dia depois da aula. Mas a vida continua e meu último ano de escola me aguardava, portanto voltei, passei na faculdade e decidi que queria ter outra experiência como aquela. Quem já fez intercâmbio sabe do que eu estou falando: é a melhor experiência da vida.

IMG_3893  IMG_4124

Eu já sou formada em inglês e vi que já estava na hora de aprender outra língua e escolhi o francês. No início de 2014 comecei o curso de francês e, já que no meu roteiro de viagem para a Europa em Julho estava incluído a França, decidi que queria fazer um intercâmbio lá.

O post sobre o meu curso de francês em Paris vai ser dividido em várias partes, já que é um assunto que tem muito o que falar e vou começar do zero: como escolhi aonde estudar.

Primeiramente tive que pesquisar muito sobre escolas lá, olhei blogs, sites em francês, em inglês, visitei sites de faculdades na França que poderia ter curso de línguas (em Los Angeles a minha escola de inglês era dentro do campus de uma universidade) e depois de muito pesquisar decidi que a melhor opção seria a France Langue.

Sobre a France Langue

A France Langue é uma escola de francês muito conhecida em toda a França e possui sete unidades: três em Paris (Ópera, Victor Hugo e Notre Dame), uma em Nice, uma em Bordeaux, uma em Martinique e outra em Biarritz. Inicialmente eu queria fazer meu curso em uma cidade litorânea, como Nice, mas o curso seria breve, portanto Paris foi a melhor opção.

IMG_4096  IMG_3854

A unidade que escolhi foi a Victor Hugo, que é a mais bem localizada. Ao lado tem uma estação de metrô, vários restaurantes perto, um supermercado e a pé é possível ir para vários pontos turísticos da cidade, como a Torre Eiffel.

No próximo post vou falar sobre o curso e onde eu fiquei.

Update: Parte 2

Onde ficar em Londres

Londres é uma cidade enorme, com muita coisa pra fazer e tudo se faz de metrô. Não tem quem vá em Londres e não utilize o Underground  – como é chamado – pela praticidade e por ter tantas linhas em todas as zonas das cidades. Sendo assim ficar em um lugar próximo a uma estação de metrô é a melhor coisa.

Cromwell Road
Cromwell Road

O hotel que fiquei e indico é o Holiday Inn Kensington. Ele fica na região de Kensington e Chelsea, um borough (distritos de Londres) super tranquilo, na Cromwell Road, uma rua bem conhecida na cidade, ao lado da estação Gloucester Road e está no centro de Londres, com várias lojas, restaurantes e fast-foods.

Kensington_Buildings  Earl's_Court,_West_Cromwell_Road,_SW5_-_geograph.org.uk_-_624458

Kensington and Chelsea

A pé é possível ir para a Knightsbridge a rua onde está localizado a Harrods, famosa loja de departamento de Londres, além de museus como o Museu de História Natural de Londres.

6156526  35220609

O hotel é ótimo, com quartos grandes e espaçosos, café da manhã muito bom e um pub ótimo, que serve o melhor Fish and Chips que comi em Londres.

O link para reservar pelo Booking é esse.

Fotos: Reprodução

Leia também

Onde ficar em Roma

Onde ficar em Paris

Onde ficar em Madrid

Onde ficar em Santiago

Onde ficar em Los Angeles

O que fazer em Segóvia

Muitos turistas que vão para Espanha pensam em duas cidades: Madrid e Barcelona e, quando podem, Ibiza, mas não sabe o que está perdendo em não visitar Segóvia. Segóvia é uma cidade pequena, linda e do tipo que dá pra conhecer tudo em um dia. Há menos de 100 km de Madrid, é parada obrigatória para quem vai para a capital espanhola, afinal é muito fácil de ir e voltar, só se anda a pé e faz valer muito a pena a viagem.

O que fazer em Segóvia – Parada obrigatória perto de Madrid

IMG_3466

Como não iríamos para Barcelona e reservamos cinco dias para Madrid, achamos legal conhecer as cidades vizinhas e pelo que eu tinha lido e pesquisado, Segóvia seria uma ótima opção. Em uma tarde consegui ver tudo que tinha planejado, tirar muitas fotos, visitar museus, igrejas e almoçar sem pressa, ou seja, esse é o tempo ideal para conhecer a cidade.

IMG_1261

Como ir de Madrid para Segóvia?

Pegamos um trem de Madrid na estação de metrô Chamartin de manhã e voltamos na parte da tarde/noite. Compramos lá mesmo e custa aproximadamente 30 euros ida e volta, depende da época e do horário.

O que visitar?

Aqueduto de Segóvia

aqueduto-segovia  IMG_3475

Um dos principais pontos turísticos da cidade é uma imponente construção que tem aproximadamente 30 metros de altura e 820 metros de comprimento.

Alcazar

Foto: www.turismodesegovia.com
Foto: www.turismodesegovia.com

É um palácio muito lindo e fica na parte mais alta da cidade. É aberto a visitações e o ticket pode ser comprado ao lado da entrada.

Catedral de Segóvia

http://fotolitoss.blogspot.com/
Foto: Google

Uma catedral enorme e maravilhosa. Uma das mais bonitas que já vi na Europa.

Mirador de La Pradera de San Marcos

A vista do mirador.
A vista do mirador.

Plaza Mayor

IMG_1269  IMG_1273

É a praça principal da cidade, onde tem vários restaurantes e cafés. Vale a pena almoçar por lá.

Leia também

Roteiro em Madrid

Onde ficar em Madrid

Roteiro de 5 dias em Santiago

O que fazer em Washington em 1 dia