A melhor pizza de Nova York e da vida

Nessa minha ida à Nova York fiz uma lista de restaurantes inéditos que queria ir, nenhum turístico, todos bem locais. Fiz uma pesquisa de muitos dias em blogs, instagrams e tudo que tinha direito para achar restaurantes que não conhecia e que a comida valia muito à pena.

Claro que tinha que ter pizza. Nova York sem pizza não é Nova York, mas queria fugir dos lugares e sabores óbvios e fui na Artichoke Basille’s Pizza experimentar a pizza de alcachofra! Qualquer pizzaria que eu vá peço de Pepperoni. Pode ser mais de um sabor, mas tem que estar incluída a clássica pepperoni e dessa vez fui de coração (e boca) aberto para comer a pizza de alcachofra que, pelo que eu tinha lido, era a melhor pizza da cidade.

285 286

A Artichoke que eu fui, apesar de estar em um local atualmente muito turístico não é nem um pouco. O restaurante fica na 10th Avenida esquina com a 17th quase no Chelsea Market, ao lado do High Line. Eles possuem outras unidades também, dá pra ver todas aqui.

284
Vista da entrada do Artichoke com um pedaço do High Line ao fundo,

O pedaço da pizza custa U$5 e a pizza inteira que é enorme e serve de 3 a 4 pessoas custa U$30.

Estou aqui pensando que palavra usar para convencer alguém a experimentar uma pizza de alcachofra, mas se eu fui convencida, você também será, então não deixe de ir ao Artichoke Pizza e peça a clássica da casa, que dá o nome do local, a pizza de alcachofra que eu juro que é impossível se arrepender, talvez pelas calorias, mas que valem muito à pena.

287 288

Leia também

O melhor cookie de Nova York

Como ir de Nova York para Washington

5 atrações para não deixar de ver no MET

23 passeios para se fazer de graça em Nova York

Smorgasburg, feira gastronômica no Brooklyn

Supermercado em Nova York

Quem já foi para Nova York (no caso Manhattan) sabe que lá é bem diferente das outras cidades americanas que principalmente brasileiros estão acostumados a ir. No quesito supermercados em Orlando e Miami, por exemplo, encontramos Target e Wal Mart para todo lado, mas em Manhattan não é bem assim. Na ilha falta espaço, portanto supermercados gigantescos são raros.

Ano passado passei o perrengue de ir ao Bronx só para ir ao Target, um dos únicos da ilha, mas esse ano desisti da ideia e procurei um supermercado menor, de bairro e onde eu pudesse achar tudo que estava procurando.

IMG_4209
Fachada do D’Agostino da York Ave. no Upper East Side.

Para a minha sorte ao lado do apartamento que aluguei no Upper East Side tinha um supermercado chamado D’Agostino, achei excelente e encontrei tudo que precisava. O diferencial dos hipermercados como o Target e Wal Mart é que vende de tudo, roupa, coisa de casa, banho, material escolar, etc, já no D’Agostino era só comida, material de limpeza e o básico que encontramos em supermercados comuns mesmo.

O D’Agostinho tem lojas no Upper East, no Upper West, no Murray Hill, no Sutton Place e no Kips Bay, ou seja, em várias regiões de Manhattan. No site deles tem todos os endereços. Fica a dica para quem vai alugar apartamento ou precisa ir ao supermercado por lá e não sabe onde ir.

Leia também

O melhor cookie de Nova York

Como ir de Nova York para Washington

Hostel em Nova York

A melhor pizza de Nova York

5 atrações para não deixar de ver no MET

23 passeios para se fazer de graça em Nova York

Smorgasburg, feira gastronômica no Brooklyn

O melhor cheesecake de Nova York

Nova York pra mim é sinônimo de passear e comer. Como e ando como se não tivesse amanhã. A cada vez que vou, faço questão de descobrir novos lugares e principalmente onde eu possa encontrar a melhor “comida x” da cidade. E dessa vez encontrei o melhor cheesecake de Nova York.

314 315

Só de lembrar me dá água na boca. Nova York é a cidade dos cheesecakes e, seguindo indicações, encontrei o mais tradicional e mais gostoso. O nome desse lugar sagrado é “Elieen’s Special Cheesecake”, uma lojinha pequena no Soho que serve vários sabores de cheesecake pequenos e grandes. A Eileen’s abriu em 1976 onde até hoje permanece, na Cleveland St. número 17. A loja abre de segunda a sexta de 9 às 21 e sábado e domingo de 10 às 19.

Não só é o melhor cheesecake da cidade como de toda a minha vida. Amo o Cheesecake Factory também, mas da Eileen’s parece ser mais caseiro, mais macio e mais “fofinho”.

Pedi dois pequenos, um de morango, o mais tradicional e um de doce de leite. Cada um custa U$3,90 + taxa e eles também vendem o cheesecake grande que custa em torno de U$40. A porção pequena (individual) tem um tamanho ótimo, eu que sou muito exagerada e precisava experimentar mais de um.

312 313

Quem for pra Nova York não pode deixar de ir no Eileen’s Special Cheesecake!

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Leia também:

23 passeios para se fazer de graça em Nova York

O melhor cachorro-quente de Nova York

A melhor pizza de Nova York

O melhor cookie de Nova York

Hostel em Nova York

Um dia no Brooklyn – Ponte, DUMBO e Williamsburg

Hoje em dia não tem como mais ir para Nova York e não ir ao Brooklyn. O borough que antes as pessoas evitavam, hoje é um lugar cool e virou até ponto turístico. Dessa última vez em Nova York resolvi de novo passar um dia por lá, mas com o roteiro um pouco mais diferente que da vez anterior.

Comecei, lógico, atravessando a ponte. Se o tempo está bom é imperdível cruzar a Brooklyn Bridge. A paisagem de Manhattan é surreal e a energia lá também. Então a melhor forma é pegar a linha 6 do metrô (verde) e descer na estação City Hall onde está o início da ponte.

528
Atravessando a Brooklyn Bridge.

No meu caso queria ir primeiro ao DUMBO, abreviação para Down Under Manhattan Bridge, que como o nome diz, é a região do Brooklyn localizada logo abaixo da Manhattan Bridge. Para ir ao DUMBO da Brooklyn Bridge o caminho é descer na primeira saída de pedestres na ponte que vai estar localizada à esquerda. Ai é só descer as escadas e seguir em direção ao rio. Ao chegar na Water St. vire à direita e siga em frente. Na Water St. vão ter várias lojinhas que valem a pena entrar, algumas delas são a Jacques Torres Chocolate, com chocolates finos maravilhosos, a One Girl Cookies que é tem de tudo, cookies, bolos e cupcakes. Chegando na interseção da Water St. com a Washington St. está a famosa vista: Manhattan Bridge com o Empire State no meio, point de turistas para se tirar várias fotos.

532
Water St. com Washington St. A vista da Manhattan Bridge com o Empire State ao fundo.

Continuando na Water St. chega-se na Manhattan Bridge e logo abaixo dela, está o Brooklyn Bridge Park que vai até a Brooklyn Bridge na frente do East River.

541 IMG_4156

No parque também fica o famoso Jane’s Carousel em uma espécie de caixa de vidro. É lindo!

IMG_4160
O Jane’s Carousel com a Brooklyn Bridge ao fundo.

Depois de ver o Brooklyn Bridge Park continuei seguindo na Water St. em direção a Manhattan Bridge. Cheguei lá e vi que estava acontecendo uma feirinha bem debaixo da ponte, era a DUMBO Flea, que acontece todos os domingos e que vai ganhar um post dedicado só pra ela. Muitas barraquinhas de comida da Smorgasburg também estão presentes lá, então é uma ótima opção para o almoço.

IMG_4167
DUMBO Flea embaixo da Manhattan Bridge.

Saindo de lá iria para Williamsburg e, diferente da outra vez que fui, resolvi ir de ferry já que nunca tinha ido, para isso tinha que pegá-lo no Píer do Brooklyn Bridge Park. Voltei da DUMBO Flea dessa vez pela Front St., depois desci na Dock St. e continuei na Water St. Daria para fazer o mesmo caminho de ida, seguir a Water St., mas fiz assim para diferenciar. Atravessei a ponte por baixo e cheguei ao píer.

O Píer do Brooklyn Bridge Park é super movimentado e é lá que fica também a Brooklyn Ice Cream Factory, sorveteria super famosa e que formam filas quilométricas como da foto abaixo (que não enfrentei) para tomar um sorvete.

596 597

Lá no píer na máquina como da foto acima comprei meu ticket do East River Ferry para Williamsburg. Como era final de semana o ticket custou U$6, mas em dia de semana custa U$4. Do píer até Williamsburg é apenas uma parada.

595
Brooklyn Bridge Park Pier.

Em Williamsburg o ferry para na Kent Avenue e eu queria ir na Bedford Avenue, a avenida principal do bairro e onde tudo acontece, para isso bastou cruzar duas avenidas que a terceira já era a Bedford.

Williamsburg no primeiro momento pode parecer um tanto estranho, é difícil imaginar que ainda estamos em Nova York. Já havia ido uma vez, mas a minha impressão é sempre de que estou em uma cidadezinha do Texas, mas, claro, muito mais cool. Williamsburg é isso: cool. É um lugar super alternativo e descolado. Lá não tem lojas comuns e grandes, só loja pequena e tudo muito particular e “artesanal” desde as roupas até as jóias que vemos nas vitrines.

Lá vemos muitos restaurantes vegetarianos, veganos e com propostas muito diferentes até mesmo de Manhattan, tudo bem diferente do padrão americano. Além de tudo é um point de grafites, tem para todos os lados um mais lindo que o outro.

IMG_4192 IMG_6080

Já havia almoçado no DUMBO, mas deixei a sobremesa para Williamsburg e tomei um sorvete no Davey’s Ice Cream na Bedford, uma sorveteria deliciosa e bem famosinha por lá.

IMG_4190 IMG_6071

Depois peguei o metrô da linha L na Bedford Avenue e voltei para Manhattan e assim acabou o meu “um dia no Brooklyn”.

Leia também

The Market NYC – Village

23 passeios para se fazer de graça em Nova York

O melhor cachorro-quente de Nova York

Smorgasburg, feira gastronômica no Brooklyn

O melhor cookie de Nova York

The Market NYC – Village

O sul de Manhattan é, atualmente, a região mais queridinha de NYC pela própria elite novaiorquina (e a minha também) que fugiu dos arredores do Central Park e resolveu descer um pouco. Greenwich Village, Soho, Tribeca… Os bairros são cheios de loja bacana, muitas delas são as mesmas que vemos na Times Square, por exemplo, mas o diferencial são as lojas únicas, exclusivas como brechós, mercados legais e loja de novos estilistas ou novos designers.

 

Passeando pelo Village na famosa Bleecker Street me deparei com uma loja que chamou bastante atenção, a The Market NYC, um mercado com vários vendedores de inúmeros tipos de produtos, como artigos de decoração, roupas, acessórios, jóias, tudo seguindo o estilo ECO, sustentável e cool.

 

Gostei muito das coisas, achei muito legal a proposta que segue bastante o estilo do bairro. O The Market NYC também está presente em Williamsburg, a nova região mais cool da grande Nova York. No Instagram deles dá pra ter ideia do que é vendido e do estilo das coisas. É uma parada muito legal, não comprei nada, mas valeu a visita por ser um lugar nem um pouco turístico.

Leia também

O melhor cookie de Nova York

Como ir de Nova York para Washington

Hostel em Nova York

A melhor pizza de Nova York

5 atrações para não deixar de ver no MET

23 passeios para se fazer de graça em Nova York

Smorgasburg, feira gastronômica no Brooklyn

 

23 passeios para se fazer de graça em Nova York

O dólar já passou dos R$4, a cidade já é cara, mas deixar de viajar não dá. Na minha última viagem pra Nova York o dólar já estava na casa dos R$3, agora a minha próxima ida a cidade já está marcada e só me resta planejar um roteiro baseado nos passeios grátis que tem por lá, e não são poucos.

Pra mim a beleza de Nova York está nos museus, no lifestyle, nas ruas, na correria. Gosto de passear no Central Park, Midtown, no Soho, no Brooklyn, e claro, bater perna na Times, por que querendo ou não é muito legal.

Programas gratuitos é o que não falta, basta ir aos museus nos dias free e se contentar com o ver e com o viver, e deixar o comprar pra quando a economia cooperar (odeio quando as coisas rimam).

22 passeios para se fazer de graça em Nova York

  • Central Park

IMG_5527 IMG_5543

Nada como passear no Central Park. Seja no inverno ou no verão é um lugar imperdível para andar, fazer uma caminhada, tomar um sorvete ou simplesmente fazer nada sentado num banco vendo o movimento.

  • 5th Avenue

IMG_5556 IMG_5558

A avenida mais famosa da cidade, cheia de loja bacana e chique. Passear por lá é uma delícia.

  • Times Square

Captura de tela inteira 15102015 115139.bmp

Tem quem ame e tem quem odeie, mas ir pra Nova York e não ir na Times Square não vale. A energia daquele lugar é surreal. Ver todos aqueles turistas, aquela loucura, gente fantasiada, gravação de filmes, é tudo bem legal.

  • Chinatown, Little Italy e Soho

Captura de tela inteira 15102015 121536.bmp Captura de tela inteira 15102015 121539.bmp

Andar por Nova York já é um programa e tanto, nessa região ai, nem se fala. O Chinatown é o bairro dos chineses, com várias lojinhas e restaurantes. O Little Italy é o italiano, um ótimo lugar pra comer, tem várias opções de massas, pizzas e gelaterias ótimas por lá. Se você quer fazer compras, mas não aguenta a confusão da Times Square, o Soho é uma boa pedida. A maioria das lojas famosas e procuras pelos turistas estão lá também, mas sem aquela quantidade de gente.

  • Museu de Historia Natural

IMG_5450

O esquema é pagar o que você achar que deve. O preço sugerido são U$22, mas se você achar que não vale tudo isso, pague menos. A maioria paga entre U$5 e U$10.

  • Lincoln Center

IMG_5487

O Lincoln Center é a casa da Opera de NY, do famoso “New York City Ballet” e da orquestra filarmônica da cidade. Os amantes das artes e da música tem que ir!

  • Columbus Circle

O Columbus Circle é uma espécie de rotatória na interseção da 8a Avenida, Broadway, Central Park South e Central Park West. Está localizada ao sul do Central Park e é um lugar incrível. É o lugar típico nova-iorquino, cheio de gente, taxi, turista, asiático, lojas famosas, carrinho de comida nas ruas, executivos, tudo. É muito bacana e um ótimo lugar pra ir no final da tarde ver todo o agito da cidade.

IMG_5514 IMG_5512

  • Roosevelt Island Tram

Processed with VSCOcam with g3 preset

Uma espécie de bondinho, que não é turístico, é usado como transporte mesmo, que vai de Manhattan a Roosevelt Island. Para quem tem o cartão do metrô de Nova York a entrada é gratuita. O passeio é legal, a vista da cidade é linda, mas não desci em Roosevelt Island por falta de saber o que fazer por lá.

  • Metropolitan Museum of Art

IMG_5569

O museu mais lindo de todos. O esquema também é pagar o que você acha que deve, o preço sugerido é de U$25. Nesse post aqui tem sugestão de 5 atrações para conferir no museu.

  • Washington Square Park

IMG_5262 IMG_5246

O Washington Square Park é um parque muito conhecido na cidade que marca o início do Greenwich Village. No verão as pessoas ficam tomando sol, as crianças nadam na fonte e a energia por lá é incrível. A dica é passar por lá antes de ir ao Soho.

  • Chelsea Market

IMG_5666

O Chelsea Market é um mercado cool, gourmet bem nova-iorquino que vende de tudo. Tem pâtisseries, restaurante mexicano, japonês, açougue, lojas de vinho, souvenier e tudo que imaginarmos. Os preços são meio salgados, mas vale pelo ambiente, pelo atendimento e pelas pessoas. Se o objetivo não for comer ou comprar, só passear por lá já vale. É legal ir antes do High Line Park, pois é caminho.

IMG_5678 IMG_5680

  • Grand Central Terminal

A estação de trem mais famosa do mundo! Cenário de vários filmes e séries, o Grand Central Terminal é lindo e muito bacana. Além de estação é uma espécie de shopping, com lojas como a Apple e o famoso Shake Shack.

IMG_5856 IMG_5862

  • FIT – Fashion Institute of Technology

A FIT é uma faculdade de moda na cidade que possui um museu. Não é possível tirar foto lá dentro, mas quem gosta de moda não pode perder. Tem exposição de peças dos maiores estilistas do mundo.

IMG_5750 IMG_5753

  • High Line Park

IMG_5685

O High Line é um programa imperdível. É um parque suspenso que antigamente era uma linha de trem e hoje em dia parece que sempre foi o parque. É surreal como é lindo, bem construído e como tudo se “encaixa”! Ao lado do Chelsea Market.

IMG_5705 IMG_5727

Os prédios ao lado do parque são apartamentos reais, mas conseguimos ver tudo lá dentro, ou seja, zero privacidade.

A lateral do parque.
A vista lateral do parque.
  • New York Public Library

A biblioteca pública da cidade. É linda e a região muito legal. Logo atrás do Bryant Park.

/

  • Bryant Park

IMG_5911

O meu parque preferido, sem dúvidas. No verão é uma ótima pedida pra passar a tarde, pois tem vários shows, apresentações de jazz, ballet, além de freewifi e tomadas que carregam o celular com energia solar. Adoro.

  • Saint Patricks Cathedral

IMG_5876

A igreja mais linda da cidade. É surreal ver em meio a tantos prédios modernos e logo em frente ao Rockfeller Center uma igreja tão antiga e tão grandiosa.

  • MoMa – The Museum of Modern Art

IMG_5901-001 IMG_5894-001

O Museu de Arte Moderna de Nova York. Um dos meus museus preferidos. É gratuito às sextas-feiras das 16 às 20:30 hrs. Tem muita obra importante e exposição legal lá de artistas super renomados como Van Gogh e o famoso pela pop art Andy Warhol, que tem as famosas obras de Marilyn Monroe e Campbell Soup.

  • Brooklyn Bridge

IMG_6011 IMG_6063

Atravessar a ponte a pé pode ser cansativo pra uns, mas vale muito a pena, até por que você nem percebe que está andando de tão interessante que é o passeio.

  • Smorgasburg

A feirinha gastronômica que já falei aqui. Um dos melhores programas que fiz!

IMG_6046.JPG

  • Wall Street

IMG_6197

A região financeira da cidade. Acho muito legal andar por lá e aproveitar para conhecer a Trinity Church, uma igreja linda e antiga no meio dos vários prédios modernos.

IMG_6199 IMG_6206

  • Ground Zero – National September 11 Memorial & Museum

IMG_6223 IMG_6219

O Memorial do 11 de Setembro é parada obrigatória na cidade. Muito emocionante e é lindo. Vale muito a pena a visita. É gratuito às terças-feiras, porém a fila é enorme. Aconselho chegar bem cedo.

  • Midtown

IMG_5766 IMG_5771

Midtown é a região de Manhattan com a maior concentração de arranha-céus da cidade, onde estão os mais famosos prédios como o Empire State Building e Chrysler Building. Passear por lá é um passeio e tanto, não pode deixar de ir.

Leia também

O melhor cookie de Nova York

Como ir de Nova York para Washington

Hostel em Nova York

A melhor pizza de Nova York

5 atrações para não deixar de ver no MET

O que fazer em Washington em 1 dia 

Smorgasburg, feira gastronômica no Brooklyn