Loja de Natal 365 dias no ano em Nova York

Sempre tive o sonho de passar o Natal em Nova York, via aqueles filmes natalinos quando criança e achava tudo lindo. Para mim Nova York, mais que qualquer outra cidade americana, combina muito com essa época do ano. Ainda não tive a oportunidade de passar o Natal por lá, mas sigo na esperança.

Passendo pelo Little Italy em pleno mês de Maio me deparei com a “Christmas in New York” uma loja que vende produtos de Natal 365 dias por ano. Resolvi entrar e ver como era.

376 368

Atendentes vestidas de “Mamãe Noel” vinham nos cumprimentar com todo aquele entusiasmo que vemos só no Natal. As musiquinhas natalinas típicas americanas tocavam na loja e aquela sensação era um tanto quanto estranha. A Christmas in New York vende tudo de mais lindo de Natal. A loja é enorme com muita coisa fofa e super variada. O preço, como era de se esperar, não é nem um pouco amigo, mesmo se o dólar ainda fosse barato. Um único enfeite para a árvore custa aproximadamente U$15!! Achei bem caro, mas são tantas opções apaixonantes que é difícil sair de lá sem comprar absolutamente nada.

363 364 365 366

É uma boa dica para quem vai para Nova York fora da época Natalina e quer comprar enfeites para a data aqui no Brasil.

A loja fica no Little Italy na Mulberry Street número 133.

373 374

Leia também

O melhor cookie de Nova York

Como ir de Nova York para Washington

A melhor pizza de Nova York

The Market NYC – Village

5 atrações para não deixar de ver no MET

23 passeios para se fazer de graça em Nova York

Smorgasburg, feira gastronômica no Brooklyn

Dica de restaurante no DUMBO, Brooklyn

Em Nova York sanduíche é uma refeição bem democrática que pode ser encontrada em todos os restaurantes, com preços variando entre U$2 e U$20. É uma opção prática e que pode ser menos óbvia dependendo do que você vai pedir.

Estava na Dumbo Flea, a feirinha do Dumbo que tem desde roupas e móveis até barraquinhas de comida – muitas delas são as mesmas da Smorgasburg, a feira do Brooklyn que já falei nesse post aqui. Dessa vez vi opções para almoço e estava morrendo de fome, por causa disso resolvi procurar um restaurante na região.

No entorno da Dumbo Flea que fica logo embaixo da Manhattan Bridge na altura do Brooklyn Bridge Park vi o Cafe Archway, um lugar super bonitinho e que estava bem movimentado.

582 583

O Cafe Archway é um café que também serve saladas, sanduíches, sucos orgânicos e chás. É um lugar super gostoso e com o preço bem bacana.

Pedi uma ciabata de prosciutto com mozzarela de búfala e que acompanhava uma salada com um molho delicioso. O prato custou U$9 + taxa.

581 584

O endereço do restaurante é 57 Pearl Street, Brooklyn e tem o menu completo no site deles. A dica é boa e quem estiver por lá vale a pena a ida, já que são inúmeras as opções de restaurantes na mesma rua.

Leia também

O melhor cookie de Nova York

Como ir de Nova York para Washington

Hostel em Nova York

A melhor pizza de Nova York

Six Flags, New Jersey – como ir e o que fazer

O que fazer em Washington em 1 dia 

A melhor pizza de Nova York e da vida

Nessa minha ida à Nova York fiz uma lista de restaurantes inéditos que queria ir, nenhum turístico, todos bem locais. Fiz uma pesquisa de muitos dias em blogs, instagrams e tudo que tinha direito para achar restaurantes que não conhecia e que a comida valia muito à pena.

Claro que tinha que ter pizza. Nova York sem pizza não é Nova York, mas queria fugir dos lugares e sabores óbvios e fui na Artichoke Basille’s Pizza experimentar a pizza de alcachofra! Qualquer pizzaria que eu vá peço de Pepperoni. Pode ser mais de um sabor, mas tem que estar incluída a clássica pepperoni e dessa vez fui de coração (e boca) aberto para comer a pizza de alcachofra que, pelo que eu tinha lido, era a melhor pizza da cidade.

285 286

A Artichoke que eu fui, apesar de estar em um local atualmente muito turístico não é nem um pouco. O restaurante fica na 10th Avenida esquina com a 17th quase no Chelsea Market, ao lado do High Line. Eles possuem outras unidades também, dá pra ver todas aqui.

284
Vista da entrada do Artichoke com um pedaço do High Line ao fundo,

O pedaço da pizza custa U$5 e a pizza inteira que é enorme e serve de 3 a 4 pessoas custa U$30.

Estou aqui pensando que palavra usar para convencer alguém a experimentar uma pizza de alcachofra, mas se eu fui convencida, você também será, então não deixe de ir ao Artichoke Pizza e peça a clássica da casa, que dá o nome do local, a pizza de alcachofra que eu juro que é impossível se arrepender, talvez pelas calorias, mas que valem muito à pena.

287 288

Leia também

O melhor cookie de Nova York

Como ir de Nova York para Washington

5 atrações para não deixar de ver no MET

23 passeios para se fazer de graça em Nova York

Smorgasburg, feira gastronômica no Brooklyn

Supermercado em Nova York

Quem já foi para Nova York (no caso Manhattan) sabe que lá é bem diferente das outras cidades americanas que principalmente brasileiros estão acostumados a ir. No quesito supermercados em Orlando e Miami, por exemplo, encontramos Target e Wal Mart para todo lado, mas em Manhattan não é bem assim. Na ilha falta espaço, portanto supermercados gigantescos são raros.

Ano passado passei o perrengue de ir ao Bronx só para ir ao Target, um dos únicos da ilha, mas esse ano desisti da ideia e procurei um supermercado menor, de bairro e onde eu pudesse achar tudo que estava procurando.

IMG_4209
Fachada do D’Agostino da York Ave. no Upper East Side.

Para a minha sorte ao lado do apartamento que aluguei no Upper East Side tinha um supermercado chamado D’Agostino, achei excelente e encontrei tudo que precisava. O diferencial dos hipermercados como o Target e Wal Mart é que vende de tudo, roupa, coisa de casa, banho, material escolar, etc, já no D’Agostino era só comida, material de limpeza e o básico que encontramos em supermercados comuns mesmo.

O D’Agostinho tem lojas no Upper East, no Upper West, no Murray Hill, no Sutton Place e no Kips Bay, ou seja, em várias regiões de Manhattan. No site deles tem todos os endereços. Fica a dica para quem vai alugar apartamento ou precisa ir ao supermercado por lá e não sabe onde ir.

Leia também

O melhor cookie de Nova York

Como ir de Nova York para Washington

Hostel em Nova York

A melhor pizza de Nova York

5 atrações para não deixar de ver no MET

23 passeios para se fazer de graça em Nova York

Smorgasburg, feira gastronômica no Brooklyn

O melhor cheesecake de Nova York

Nova York pra mim é sinônimo de passear e comer. Como e ando como se não tivesse amanhã. A cada vez que vou, faço questão de descobrir novos lugares e principalmente onde eu possa encontrar a melhor “comida x” da cidade. E dessa vez encontrei o melhor cheesecake de Nova York.

314 315

Só de lembrar me dá água na boca. Nova York é a cidade dos cheesecakes e, seguindo indicações, encontrei o mais tradicional e mais gostoso. O nome desse lugar sagrado é “Elieen’s Special Cheesecake”, uma lojinha pequena no Soho que serve vários sabores de cheesecake pequenos e grandes. A Eileen’s abriu em 1976 onde até hoje permanece, na Cleveland St. número 17. A loja abre de segunda a sexta de 9 às 21 e sábado e domingo de 10 às 19.

Não só é o melhor cheesecake da cidade como de toda a minha vida. Amo o Cheesecake Factory também, mas da Eileen’s parece ser mais caseiro, mais macio e mais “fofinho”.

Pedi dois pequenos, um de morango, o mais tradicional e um de doce de leite. Cada um custa U$3,90 + taxa e eles também vendem o cheesecake grande que custa em torno de U$40. A porção pequena (individual) tem um tamanho ótimo, eu que sou muito exagerada e precisava experimentar mais de um.

312 313

Quem for pra Nova York não pode deixar de ir no Eileen’s Special Cheesecake!

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Leia também:

23 passeios para se fazer de graça em Nova York

O melhor cachorro-quente de Nova York

A melhor pizza de Nova York

O melhor cookie de Nova York

Hostel em Nova York

Um dia no Brooklyn – Ponte, DUMBO e Williamsburg

Hoje em dia não tem como mais ir para Nova York e não ir ao Brooklyn. O borough que antes as pessoas evitavam, hoje é um lugar cool e virou até ponto turístico. Dessa última vez em Nova York resolvi de novo passar um dia por lá, mas com o roteiro um pouco mais diferente que da vez anterior.

Comecei, lógico, atravessando a ponte. Se o tempo está bom é imperdível cruzar a Brooklyn Bridge. A paisagem de Manhattan é surreal e a energia lá também. Então a melhor forma é pegar a linha 6 do metrô (verde) e descer na estação City Hall onde está o início da ponte.

528
Atravessando a Brooklyn Bridge.

No meu caso queria ir primeiro ao DUMBO, abreviação para Down Under Manhattan Bridge, que como o nome diz, é a região do Brooklyn localizada logo abaixo da Manhattan Bridge. Para ir ao DUMBO da Brooklyn Bridge o caminho é descer na primeira saída de pedestres na ponte que vai estar localizada à esquerda. Ai é só descer as escadas e seguir em direção ao rio. Ao chegar na Water St. vire à direita e siga em frente. Na Water St. vão ter várias lojinhas que valem a pena entrar, algumas delas são a Jacques Torres Chocolate, com chocolates finos maravilhosos, a One Girl Cookies que é tem de tudo, cookies, bolos e cupcakes. Chegando na interseção da Water St. com a Washington St. está a famosa vista: Manhattan Bridge com o Empire State no meio, point de turistas para se tirar várias fotos.

532
Water St. com Washington St. A vista da Manhattan Bridge com o Empire State ao fundo.

Continuando na Water St. chega-se na Manhattan Bridge e logo abaixo dela, está o Brooklyn Bridge Park que vai até a Brooklyn Bridge na frente do East River.

541 IMG_4156

No parque também fica o famoso Jane’s Carousel em uma espécie de caixa de vidro. É lindo!

IMG_4160
O Jane’s Carousel com a Brooklyn Bridge ao fundo.

Depois de ver o Brooklyn Bridge Park continuei seguindo na Water St. em direção a Manhattan Bridge. Cheguei lá e vi que estava acontecendo uma feirinha bem debaixo da ponte, era a DUMBO Flea, que acontece todos os domingos e que vai ganhar um post dedicado só pra ela. Muitas barraquinhas de comida da Smorgasburg também estão presentes lá, então é uma ótima opção para o almoço.

IMG_4167
DUMBO Flea embaixo da Manhattan Bridge.

Saindo de lá iria para Williamsburg e, diferente da outra vez que fui, resolvi ir de ferry já que nunca tinha ido, para isso tinha que pegá-lo no Píer do Brooklyn Bridge Park. Voltei da DUMBO Flea dessa vez pela Front St., depois desci na Dock St. e continuei na Water St. Daria para fazer o mesmo caminho de ida, seguir a Water St., mas fiz assim para diferenciar. Atravessei a ponte por baixo e cheguei ao píer.

O Píer do Brooklyn Bridge Park é super movimentado e é lá que fica também a Brooklyn Ice Cream Factory, sorveteria super famosa e que formam filas quilométricas como da foto abaixo (que não enfrentei) para tomar um sorvete.

596 597

Lá no píer na máquina como da foto acima comprei meu ticket do East River Ferry para Williamsburg. Como era final de semana o ticket custou U$6, mas em dia de semana custa U$4. Do píer até Williamsburg é apenas uma parada.

595
Brooklyn Bridge Park Pier.

Em Williamsburg o ferry para na Kent Avenue e eu queria ir na Bedford Avenue, a avenida principal do bairro e onde tudo acontece, para isso bastou cruzar duas avenidas que a terceira já era a Bedford.

Williamsburg no primeiro momento pode parecer um tanto estranho, é difícil imaginar que ainda estamos em Nova York. Já havia ido uma vez, mas a minha impressão é sempre de que estou em uma cidadezinha do Texas, mas, claro, muito mais cool. Williamsburg é isso: cool. É um lugar super alternativo e descolado. Lá não tem lojas comuns e grandes, só loja pequena e tudo muito particular e “artesanal” desde as roupas até as jóias que vemos nas vitrines.

Lá vemos muitos restaurantes vegetarianos, veganos e com propostas muito diferentes até mesmo de Manhattan, tudo bem diferente do padrão americano. Além de tudo é um point de grafites, tem para todos os lados um mais lindo que o outro.

IMG_4192 IMG_6080

Já havia almoçado no DUMBO, mas deixei a sobremesa para Williamsburg e tomei um sorvete no Davey’s Ice Cream na Bedford, uma sorveteria deliciosa e bem famosinha por lá.

IMG_4190 IMG_6071

Depois peguei o metrô da linha L na Bedford Avenue e voltei para Manhattan e assim acabou o meu “um dia no Brooklyn”.

Leia também

The Market NYC – Village

23 passeios para se fazer de graça em Nova York

O melhor cachorro-quente de Nova York

Smorgasburg, feira gastronômica no Brooklyn

O melhor cookie de Nova York