Wiener Eistraum, o festival de inverno mais legal de Viena

Um dos pontos turísticos que queria visitar em Viena era o Rathaus, um palácio que hoje serve como sede da prefeitura e do governo municipal. Andando pela rua, a caminho do palácio vejo uma pista de patinação de gelo enorme lotada de pessoas, olho pra frente e lá no fundo avisto o próprio Rathaus.

IMG_0584
O Rathaus é este prédio ao fundo.

Não sabia o que estava acontecendo, mas pelo clima pude perceber que era algum tipo de festival. Fiquei encantada, nunca tinha visto nada parecido antes, acho incrível quando os próprios moradores vão para as ruas durante o inverno para aproveitá-lo e, claro, quando o governo facilita isso. Descobri que aquele era o Wiener Eistraum, um festival de inverno que acontece durante aproximadamente duas semanas do inverno na cidade de Viena e que dispõe de uma enorme pista de patinação no gelo e barraquinhas com comidas típicas, doces e muita coisa quente.

IMG_0597

Para mim foi uma surpresa muito legal ver de perto algo assim. Me senti mesmo em um filme com todos aqueles adultos e crianças patinando (como se fosse a atividade mais fácil do mundo) com suas famílias e se divertindo no frio congelante de Fevereiro. Não patinei, mas comi muito. 

IMG_0600 IMG_0588

Foquei nos doces. E tinha tanta opção que fiquei perdida. Muitos biscoitos desses de “Natal” personalizados com frases de amor e com “Wiener Eistraum 2016”.
IMG_0591Para quem estiver na cidade durante o inverno vale a pena conferir se está acontecendo o Wiener Eistraum, é realmente um super programa. Todas as informações podem ser encontradas no site deles.

IMG_0601 IMG_0602

IMG_0603 IMG_0604

Leia também

Anne Frank House – a melhor forma de visitar

Como ir do aeroporto de Copenhagen ao centro

Albertina, o museu mais lindo do mundo em Viena

Vídeo – 3 dias em Copenhagen

O melhor hostel da vida em Copenhagen

Visitando o Parlamento Húngaro em Budapeste

Semanas antes de viajar, procurando o que fazer em Budapeste, vi que muitos dos blogueiros que eu li visitavam o Parlamento Húngaro na cidade. Tentavam explicar o porquê valia a pena, a beleza do lugar, e, apesar de não estar muito convencida, comprei o ingresso aqui do Brasil por esse site, pois uma das dicas que vi é que as filas são quilométricas para comprar na hora, por isso resolvi me poupar. Talvez se não tivesse comprado aqui do Brasil não teria ido, não sei, mas uma coisa eu tenho certeza: valeu cada centavo e é, sim, imperdível.

IMG_0762

A beleza do lugar é bem difícil mesmo de explicar. Não julgo os outros blogueiros que li. Se você der um Google vai ver que, de fora, o lugar é simplesmente incrível, mas dentro, ele consegue se superar. É algo tão grandioso, poderoso e cheio de ouro que é de se espantar que a Hungria não é um país com uma economia invejável.

IMG_0735

Como era de se esperar a segurança lá é impecável, isto por que não é um museu ou algo do tipo, é um edifício legislativo onde se reúne a Assembleia Nacional da Hungria. A visita é guiada e tem um grupo restrito de pessoas por vez. Ao comprar nosso ingresso pelo site precisamos escolher o horário que queremos e a língua que o guia falará. Eles possuem húngaro, inglês, espanhol, italiano, hebreu e alemão.

IMG_0728 IMG_0738

Durante toda a visita somos acompanhados por vários guardas que nos certificam que não podemos tocar em nada e não tirar fotos de certas coisas, como a Coroa de Santo Estevão, protegida por dois guardas com espadas que como disse nosso guia “podem se movimentar e utilizar suas espadas a qualquer momento”, por isso precisamos, além de não tirar foto, manter distância. Foi só ele terminar a frase que os soldados tiraram suas espadas gigantescas e deram um grito. Foi um momento cômico de um certo pavor.

IMG_0746

A cada passo queria tirar uma nova foto, para tentar deixar registrado aquele lugar maravilhoso que eu nunca tinha visto igual.

Comprei o ingresso nesse site, imprimi em casa e levei impresso no dia. É preciso chegar aproximadamente 15  minutos antes do horário programado, pois é necessário passar pela segurança que leva um tempo. A visita dura 45 minutos cronometrados e o ingresso para adultos não europeus custa 5200 HUF, aproximadamente 16 euros e o ingresso para estudantes não europeus, 2600 HUF.

IMG_0743

Leia também

Anne Frank House – a melhor forma de visitar

Como ir do aeroporto de Copenhagen ao centro

Albertina, o museu mais lindo do mundo em Viena

Vídeo – 3 dias em Copenhagen

O melhor hostel da vida em Copenhagen

Albertina, o museu mais lindo do mundo em Viena

Se tem uma coisa que tenho certeza sobre Viena é que essa cidade respira arte. Diferente de muitas outras capitais europeias que podemos ver claramente resquícios da guerra, de tristeza e do terror, em Viena vemos arte. Em todos os lados. A cidade não escapou dos danos da guerra, mas soube se reerguer e reconstruir como nenhuma outra que visitei. É um museu a céu aberto com construções belíssimas, jardins maravilhosos e palácios exuberantes. Claro que não é totalmente assim, a região que fiquei, por exemplo, não era, mas durante o dia passeava na área central e era só isso que via, sem exagero.

Na área bem central da cidade, coladinho na famosa Ópera está o Albertina, um desses “palácios exuberantes” que hoje abriga uma coleção de arte incrível e imperdível. Faz jus ao título do post: Albertina, o museu mais lindo do mundo em Viena

IMG_0682

Monet, Picasso, Renoir, Miró, Rodin, Manet, Da Vinci, Degas são alguns dos nomes cujas obras estão expostas por lá. Além de ter alguns dos artistas mais consagrados da história da arte, no Albertina podemos visitar vários quartos e salas do palácio que é maravilhoso.

IMG_0707 IMG_0710

IMG_0688

É imperdível mesmo. Não tem como ir à Viena e não visitar o Albertina. O ingresso custa 12,60 euros por adulto e é adquirido lá na hora ou por esse site. Vale cada centavo, juro!

IMG_0694 IMG_0696

Horários de funcionamento do Albertina:

Todos os dias: 10 às 18 | Quarta-feira: 10 às 21

Leia também

Anne Frank House – a melhor forma de visitar

Como ir do aeroporto de Copenhagen ao centro

Genebra – dicas, o que fazer e como ir

Vídeo – 3 dias em Copenhagen

O melhor hostel da vida em Copenhagen