Como ir de Milão para Bologna

Para viajar entre Milão e Bologna eu optei por ir de ônibus, pois era uma opção muito mais barata que de trem. Comprei uma passagem promocional da Megabus por 1 euro cada trecho e fiz um bate-volta entre as cidades (o roteiro de 1 dia em Bologna está aqui). A Megabus foi comprada apenas na Europa pela empresa, também low cost, Flixbus. A viagem entre Milão e Bologna de ônibus dura cerca de 3 horas e é bem tranquila.

Como ir de Milão para Bologna

Saí da “Autostazione Lampugnano” em Milão e cheguei na “Autostazione Piazza XX Settembre”. Ambas estações são bem ruins, com apenas uma opção de lugar para comer e sem muito lugar para sentar, mas pelo preço que paguei nas passagens achei que nem tinha direito de exigir nada além.

A Via Indipendenza em Bologna.

A viagem em si foi boa, o ônibus tinha wi-fi gratuito e para uma viagem relativamente rápida o conforto era OK. Como eu disse, paguei um preço muito barato, mas não é uma tarifa comum. Normalmente a diferença entre a passagem de trem e de ônibus é em torno de 10 euros. A passagem da Flixbus (ex Megabus) custa 25 euros e para a mesma data de trem pela Trenitalia o valor é de 35 euros, portanto é bom pesquisar para ver a diferença de preço nas datas programadas, já que de trem a viagem dura cerca de 1 hora.

Um bom site para comparar os preços entre diferentes formas de viajar é o GoEuro, que compara os preços entre avião, trem e ônibus e agora tem um site em português. As promoções da Flixbus não são anunciadas, portanto vale a pena procurar diferentes datas e principalmente os horários – os melhores são sempre mais caros.

Leia também

O que fazer em Bologna em 1 dia

O melhor gelato de Milão

Onde ficar em Roma

Roteiro de 5 dias em Madrid

O que fazer em Copenhagen – 10 atividades gratuitas e pagas

Copenhagen é uma cidade pequena, mas cheia de atração legal para ver. Por ser uma cidade cara – a 9° mais cara do mundo – e se é preciso economizar, tem que haver um balanço entre atividades gratuitas e pagas. Essa é a lista das 10 atividades mais legais que fiz na cidade.

O que fazer em Copenhagen – 10 atividades gratuitas e pagas

Gratuitas

  1. Christianshavn Tour

    O tour por Christiania foi o passeio mais legal que fiz em Copenhagen. Tem tudo explicado sobre a “cidade livre” nesse post aqui. O tour gratuito é feito pela Free Walking Tours e ao final do passeio é legal dar uma gorjeta ao guia que faz um trabalho voluntário incrível!

Foto da entrada não-principal de Christiania.

2. Bakken

O Bakken foi o primeiro parque de diversão do mundo, fundado em 1583 e fica há 10 minutos de distância de Copenhagen. A entrada é gratuita e as atrações são pagas separadamente.

3. Kastellet

O Kastellet é um forte em formato de estrela onde hoje funcionam quartéis e escritórios militares, mas a área é aberta para o público e a visita é gratuita. O passeio é muito legal e o lugar é lindo.

Foto do Kastellet.

4. Strøget

É uma rua comercial fechada para pedestres e é considerada uma das maiores ruas para pedestres do mundo, com 1,1 km de comprimento. Lá estão as principais lojas da cidade, desde as mais populares como H&M e Zara até as mais caras como Hermès e Prada.

5. Nyhavn

O Nyhavn é um porto onde hoje funcionam vários restaurantes bacanas e tem uma atmosfera incrível. No verão as mesas dos restaurantes ficam do lado de fora e sempre tem apresentações de música. É um dos lugares mais lindos da cidade e ótimo para tirar fotos.

Nyhavn com seu canal e os prédios coloridos típicos.

6. Pequena Sereia

A escultura da Pequena Sereia foi um presente para a cidade de Copenhagen dado em 1913 inspirado na história da Pequena Sereia do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen. A escultura é bem legal, mas muito pequena e para quem vai esperando muita coisa pode acabar sendo decepcionante. Vale mais pela história.

Escultura feita de bronze da Pequena Sereia.

7. Copenhagen City Hall Tower

A torre de mais de 100 metros do Copenhagen City Hall é aberto para visitações e a entrada é gratuita. A vista da cidade é incrível! Os tours são de segunda a sexta-feira de 11 às 14 horas e aos sábados ao meio-dia.

Pagas

8. National Gallery of Denmark

O National Gallery of Denmark, o SMK, é o maior museu de arte da Dinamarca. As coleções são incríveis e para quem gosta de arte vale muito a pena a visita. Os ingressos custam DKK 110 para adultos acima de 30 anos, entre 18 e 30 paga DKK 85 e abaixo de 18 anos não paga.

Arte no SMK.

9. Amalienborg Palace

Amalienborg Palace é um conjunto de quatro prédios iguais que são a residência oficial de inverno da Família Real da Dinamarca. O museu é aberto ao público e os ingressos para adultos custam DKK 95.

Foto com alguns dos edifícios que compõem o Amalienborg Palace.

10. Rosenborg Castle

O Rosenborg Castle é um castelo incrível localizado no King’s Garden construído por um dos reis escandinavos mais famoso da história, Christian IV no início do século 17. Lá se encontram várias peças da realeza, jóias, pinturas e muitas peças de arte da monarquia. O ingresso para adultos custa DKK 110 e menos de 18 anos não paga.

 

O Rosenborg Castle da entrada da ponte.

BÔNUS

Tivoli Gardens

O Tivoli Gardens é um parque de diversão localizado no centro de Copenhagen e é incrível. Além do parque em si, é palco de vários shows na cidade. Existem várias opções de tickets e tudo depende de quais e quantas atrações serão visitadas. Todas as informações estão no site oficial deles. O Tivoli Gardens fica fechado no inverno.

A fachada do Tivoli Gardens.

Leia também

Vídeo – 3 dias em Copenhagen

Hostel em Copenhagen – Nyhavn

Copenhagen para Berlim de ônibus

O melhor hostel da vida em Copenhagen

Christiania – tudo sobre a “cidade livre” em Copenhagen

Como ir do aeroporto de Copenhagen ao centro

Dica de restaurante em Lisboa

Lisboa é uma cidade, apesar de antiga, moderna e jovem. Além dos clássicos, o que me chamou mais atenção na cidade foram as lojas descoladas e restaurantes bem cool que ela oferece. Procurando os restaurantes próximos ao The Lisbonaire Apartments (apart-hotel ótimo que fiquei e indico aqui) encontrei na mesma rua – a famosa Rua da Glória – o “Quermesse“, um exemplo de restaurante que não estava no roteiro que eu montei e que foi uma ótima surpresa.

Dica de restaurante em Lisboa

IMG_5841 IMG_5840

O Quermesse é um restaurante de comida portuguesa com preços bem acessíveis e um pouco de culinária mediterrânea envolvida. Além do restaurante o Quermesse também tem uma lojinha bem legal que vende vinhos, utensílios para cozinha e lembranças de Portugal e uma galeria de arte (que não visitei, mas que parece não deixar nada a desejar como todo o resto do estabelecimento).

A comida é incrível e o atendimento maravilhoso. O restaurante não é grande e conseguimos mesa apenas porque chegamos cedo logo depois de ter aberto pro jantar (por volta de 19 horas), mas pouco tempo depois o “Quermesse” estava lotado e com fila de espera, portanto recomendo fazer reserva pelo próprio site deles.

Esses foram os pratos que pedimos.

IMG_5835 IMG_5836

Predago à Portuguesa e um prato chamado “Rei Bitoque”

IMG_5837 IMG_5838

Risoto de pato e risoto de bacalhau com lagostim

Os preços variam em torno de 10 euros por prato e o cardápio é bem variado.

Endereço:  Rua da Glória, 85 – Lisboa

Horário de funcionamento:

Segunda a Sexta-feira: 12h – 14h | 19h – 24h

Sábado e Domingo: 19h – 24h

Hostel em Copenhagen – Nyhavn

Já fiz um post indicando o melhor hostel de Copenhagen e que, por sinal, é o melhor que já fiquei na vida, aqui no blog. A sua localização é incrível, o staff, a cozinha, os quartos, ele é todo prático, moderno e bonito de se ver. Tive duas estadias distintas em uma mesma viagem em Copenhagen. A primeira foi quando cheguei na Europa e a última foi quando estava indo embora e fiquei mais dois dias por lá para passear mais e pegar meu vôo de volta. Infelizmente não tinha mais vaga no Urban House para as minhas últimas diárias e tive que procurar no Booking um outro hostel. Encontrei o Bedwood Hostel e optei ficar por lá.

Hostel em Copenhagen – Nyhavn

 

Fotos: Reprodução do site oficial do Bedwood Hostel

Sua localização é no coração de Nyhavn, a região mais fofa da cidade – um canal com vários barcos, casinhas coloridas e restaurantes legais. O hostel tem uma decoração bem legal toda de madeira, porém bem moderna e atual. Os quartos compartilhados são muito bons, tem um locker grande que cabe a mala, tomada e abajur em cada cama, além de ter uma cortina em cada colchão que eu acho fundamental para a privacidade.

O canal e os prédios coloridos de Nyhavn.

O Bedwood Hostel oferece um café-da-manhã por 7 euros e a diária em alta-temporada é de 52 euros em um quarto compartilhado de 6 camas. Na minha opinião o Urban House ainda é muito melhor, mas caso não esteja disponível ou queira ficar em Nyhavn, recomendo o Bedwood sem dúvidas.

Interior do quarto compartilhado. Foto: Reprodução do site oficial do Bedwood Hostel.

Para fazer a reserva com cancelamento grátis e pagamento durante a estadia recomendo o Booking.

Leia também

Como ir do aeroporto de Copenhagen ao centro

O melhor hostel da vida em Copenhagen

Vídeo – 3 dias em Copenhagen

Christiania – tudo sobre a “cidade livre” em Copenhagen

Apart-hotel em Lisboa

Cada vez mais estou dispensando me hospedar em hotéis tradicionais e ando optando por ficar em apart-hotéis ou apartamentos. Acho muito mais cômodo principalmente o fato de ter cozinha o que influenciou muito nessa minha tendência. Amo um supermercado e o fato de poder fazer meu café-da-manhã ou até mesmo uma refeição antes de dormir com maior praticidade vale muito a pena.

Apart-hotel em Lisboa

Em Portugal não foi diferente e em toda a viagem uma das melhores estadias que tive foi em Lisboa no The Lisbonaire Apartments.

IMG_5832
Fachada do The Lisbonaire Apartments.

O The Lisbonaire Apartments é um apart-hotel no centro de Lisboa com uma localização incrível. Pude fazer praticamente todos os passeios a pé e caso não quisesse andar possui uma estação de metrô (Restauradores – linha Azul) bem pertinho. Para a Praça do Comércio são menos de 15 minutos andando e no caminho estão diversas lojas e cafés legais.

Cada apartamento foi decorado e mobiliado por um designer convidado, portanto são diferentes uns dos outro, mas todos super modernos. Fiquei em um estúdio de dois andares para quatro pessoas com cozinha e tinha tudo que precisamos.

Fotos: Reprodução do site oficial do The Lisbonaire Apartments

Todas as fotos são de apartamentos diferentes, a decoração nunca é a mesma e os detalhes de cada um deles estão no site do The Lisbonaire Apartments.

Eles tem todo o conforto de um hotel e de um apartamento – cozinha, espaço, camareira, recepção que dá todo o auxílio e segurança, estacionamento (pago), wi-fi gratuito e uma academia. No verão no período de alta-temporada uma diário de um apartamento para 4 pessoas custa 170 euros  e para 2 pessoas 134 euros.

A reserva pode ser feita no Booking com cancelamento grátis e pagamento durante a estadia.

Leia também:

O melhor gelato de Portugal

O melhor pastel de nata de Portugal

Onde ficar em Madrid

Onde comer o tradicional pastel de bacalhau em Lisboa

LX Factory – antiga fábrica com lojas e restaurantes em Lisboa

Descobri em Lisboa uma cidade bem descolada, moderna e jovem. Não sabia muito bem o que esperar, mas a capital de Portugal me surpreendeu bastante. Reflexo desse ar moderno de Lisboa é o LX Factory uma antiga área industrial onde hoje funcionam várias lojinhas super originais, restaurantes, estúdio de tatuagem, galeria e exposições de arte, além de ser palco de vários festivais de música.

IMG_5740 IMG_5742

É basicamente um lugar que junta arte, comida, compras e música em um espaço aberto super legal. No verão funciona uma feirinha com vários tipos de produtos, desde verduras e frutas até bolsas de couro sofisticadas.

IMG_5744 IMG_5747

Na feirinha também é possível encontrar vários mini-brechós por preços minúsculos (comprei uma bolsa por 2 euros!!).

IMG_5748 IMG_5749

O LX Factory fica no bairro de Alcântara logo abaixo da Ponte 25 de Abril. Todas as informações estão no site deles. Recomendo muito a visita, foi um dos passeios mais legais que fiz em Lisboa.

Uma das paredes do LX Factory.

Leia também:

O melhor gelato de Portugal

O melhor pastel de nata de Portugal

Onde comer o tradicional pastel de bacalhau em Lisboa

Roteiro de 5 dias em Madrid