Onde ficar em Londres

Londres é uma cidade enorme, com muita coisa pra fazer e tudo se faz de metrô. Não tem quem vá em Londres e não utilize o Underground  – como é chamado – pela praticidade e por ter tantas linhas em todas as zonas das cidades. Sendo assim ficar em um lugar próximo a uma estação de metrô é a melhor coisa.

Cromwell Road
Cromwell Road

O hotel que fiquei e indico é o Holiday Inn Kensington. Ele fica na região de Kensington e Chelsea, um borough (distritos de Londres) super tranquilo, na Cromwell Road, uma rua bem conhecida na cidade, ao lado da estação Gloucester Road e está no centro de Londres, com várias lojas, restaurantes e fast-foods.

Kensington_Buildings  Earl's_Court,_West_Cromwell_Road,_SW5_-_geograph.org.uk_-_624458

Kensington and Chelsea

A pé é possível ir para a Knightsbridge a rua onde está localizado a Harrods, famosa loja de departamento de Londres, além de museus como o Museu de História Natural de Londres.

6156526  35220609

O hotel é ótimo, com quartos grandes e espaçosos, café da manhã muito bom e um pub ótimo, que serve o melhor Fish and Chips que comi em Londres.

O link para reservar pelo Booking é esse.

Fotos: Reprodução

Leia também

Onde ficar em Roma

Onde ficar em Paris

Onde ficar em Madrid

Onde ficar em Santiago

Onde ficar em Los Angeles

O que fazer em Segóvia

Muitos turistas que vão para Espanha pensam em duas cidades: Madrid e Barcelona e, quando podem, Ibiza, mas não sabe o que está perdendo em não visitar Segóvia. Segóvia é uma cidade pequena, linda e do tipo que dá pra conhecer tudo em um dia. Há menos de 100 km de Madrid, é parada obrigatória para quem vai para a capital espanhola, afinal é muito fácil de ir e voltar, só se anda a pé e faz valer muito a pena a viagem.

O que fazer em Segóvia – Parada obrigatória perto de Madrid

IMG_3466

Como não iríamos para Barcelona e reservamos cinco dias para Madrid, achamos legal conhecer as cidades vizinhas e pelo que eu tinha lido e pesquisado, Segóvia seria uma ótima opção. Em uma tarde consegui ver tudo que tinha planejado, tirar muitas fotos, visitar museus, igrejas e almoçar sem pressa, ou seja, esse é o tempo ideal para conhecer a cidade.

IMG_1261

Como ir de Madrid para Segóvia?

Pegamos um trem de Madrid na estação de metrô Chamartin de manhã e voltamos na parte da tarde/noite. Compramos lá mesmo e custa aproximadamente 30 euros ida e volta, depende da época e do horário.

O que visitar?

Aqueduto de Segóvia

aqueduto-segovia  IMG_3475

Um dos principais pontos turísticos da cidade é uma imponente construção que tem aproximadamente 30 metros de altura e 820 metros de comprimento.

Alcazar

Foto: www.turismodesegovia.com
Foto: www.turismodesegovia.com

É um palácio muito lindo e fica na parte mais alta da cidade. É aberto a visitações e o ticket pode ser comprado ao lado da entrada.

Catedral de Segóvia

http://fotolitoss.blogspot.com/
Foto: Google

Uma catedral enorme e maravilhosa. Uma das mais bonitas que já vi na Europa.

Mirador de La Pradera de San Marcos

A vista do mirador.
A vista do mirador.

Plaza Mayor

IMG_1269  IMG_1273

É a praça principal da cidade, onde tem vários restaurantes e cafés. Vale a pena almoçar por lá.

Leia também

Roteiro em Madrid

Onde ficar em Madrid

Roteiro de 5 dias em Santiago

O que fazer em Washington em 1 dia

Onde ficar em Madrid

Madrid é uma das cidades que eu mais gosto na Europa, aliás, a Espanha no geral é um país muito bacana. Cidades limpas, transporte público de qualidade, museus incríveis e gente receptiva e atenciosa. Madrid é uma cidade grande, então a escolha da localização influencia bastante.

Onde ficar em Madrid?

Escolhi ficar no Ayre Gran Hotel Colón, um hotel 4 estrelas excelente, moderno, com wi-fi grátis ele e com um ótimo custo-benfício. Ele está no bairro Retiro, um bairro residencial e bem tranquilo, a 700 metros do Parque do Retiro e como uma estação de metrô logo a frente, é só atravessar a rua.

  ayre-gran-hotel-colon

fotos: reprodução do site oficial do ayre gran colón

Além do metrô, no quarteirão do hotel encontramos restaurantes, supermercados, lojas, mercearias, farmácias e pontos de ônibus. Para reservas feitas pelo Booking o café-da-manhã é incluído.

Parte externa do restaurante do hotel  gran-colon-00

fotos: reprodução do site oficial do ayre gran colón

Ayre Gran Hotel Colón oferece reservas com cancelamento gratuito pelo Booking.

Leia também

Roteiro em Madrid

Segóvia, parada obrigatória perto de Madrid

Roteiro de 5 dias em Santiago

Hotel em Paris – bom, barato e bem localizado

Kortrijk – uma cidadezinha no interior da Bélgica

Kortrijk em neerlandês e em francês Courtrai (se fala cortrêk). Uma cidadezinha no interior da Bélgica de apenas 200.000 habitantes e muita, mas muita beleza pra oferecer.

Meus pais moraram lá há uns 20 anos durante um curto período por causa do trabalho do meu pai e, como a Bélgica estava incluída no nosso roteiro na última vez que fomos à Europa, decidimos que iríamos visitar o interior e ficar em Kortrijk.

A maioria das pessoas que visita a Bélgica visita a capital Bruxelas, Bruges e no máximo Gent, a cidade universitária mais badalada do país, mas não conhece o resto das cidadezinhas que tem ali por perto e não sabem o que estão perdendo. Como tínhamos alugado carro, pudemos ver muita coisa legal, e pelo fato de meus pais já terem morado lá, eles conheciam a Bélgica e as estradas muito melhor que a maioria dos turistas.

IMG_3574 IMG_3583

Estávamos lá na época da Copa do Mundo e a cidade estava toda enfeitada.

No total, apenas na Bélgica, visitei seis cidades: Kortrijk, Antuérpia, Waterloo, Bruxelas, Bruges e Gent e a minha favorita, por incrível que pareça, foi Kortrijk. Brugues eu já conhecia e pra mim era a cidade mais fofa do mundo, mas mudei de opinião nessa viagem.

Kortrijk é uma cidade bem pequena, com um comércio de rua ótimo, um shopping muito bom (de cidade grande), restaurantes excelentes e todo aquele clima de cidadezinha de interior: feirinha no domingo, todo mundo se encontra na praça e o meio de locomoção mais usado é a bicicleta (#sonho).

Quem conhece Brugges e se apaixonou achando que estava em um filme medieval com todos aqueles castelinhos, lindas praças e construções, precisa conhecer Kortrijik.

O único ponto ruim é que tudo lá fecha muito cedo. Às 18 horas (no verão :O) não víamos mais ninguém na rua, apenas nos bares e pubs fechados, mas passeando na rua era muito difícil ver mesmo com o dia claro. Ou seja: é uma cidade para ficar 1, 2 dias e depois partir para um lugar mais badalado como Gent, que fica a 42 km, ou Bruxelas.

Onde ficar em Kortrijk?

Post com todos os detalhes de onde ficar em Kortrijk aqui.

O que fazer em Kortrijk?

O bacana da cidade é curtir os restaurantes, bares e pubs à noite e durante o dia conhecer a Grote Markt, a praça principal da cidade; o Broeltowers, o principal cartão postal; a Igreja de Saint Martin; o shopping K in Kortrijk que tem várias lojas de artigos de cozinha e casa, além de muitas lojas de marcas belgas; o City Hall e Artillery Tower.

Ficamos 4 dias na “cidade”: 1 e meio dedicados apenas para ela e os outros fomos para cidadezinhas vizinhas como eu havia falado e achei assim o ideal (fomos até em um mosteiro que produz cervejas, mas isso é história para outro post 🙂

Leia também

Bruges e Gent em um dia

Curso de francês em Paris – Parte 1

Curso de francês em Paris – Parte 2

Albertina, o museu mais lindo do mundo em Viena