O melhor pastel de nata de Portugal

Confesso que achei que seria mais fácil achar um pastel de nata divino em Portugal. Cheguei no país com água na boca pronta pra comer um, mas as primeiras tentativas foram bastante frustrantes.

Esperava um pastel crocante e quentinho como todos que eu tinha conversado à respeito me contaram que era, mas nas padarias e lojinhas que fui de primeira encontrava pastéis frios e murchos e, por isso, foi uma decepção bem grande. Como amante de doces que sou não desisti. Tinha certeza que no famoso “Pastéis de Belém” não iria me decepcionar, ou que, pelo menos, não estaria frio ou murcho, já que são feitos na hora. De fato me surpreendi. Pedi logo quatro só pra mim para descontar toda a frustração das tentativas anteriores. Coloquei muita canela e muito açúcar de confeiteiro e pronto, estava divino.

No Porto me deparei com um folheto do “Nata Lisboa” dizendo que foram eleitos pela revista Time Out como o melhor pastel de nata de Portugal (acredito que, consequentemente, do Mundo). Todas as vezes que passava na frente da lojinha deles estava fechado por causa do horário, mas fiquei com o nome em mente para caso avistasse uma outra.

E foi lá em Lisboa que eu vi uma outra “Nata Lisboa”, mais especificamente na Rua da Prata, 78. Eu lembrava que havia lido várias recomendações de revistas e empresas famosas no folheto e precisava experimentar. Entrei e pedi logo seis unidades por 5 euros.

IMG_5817 IMG_5818

E foram os 5 euros mais bem gastos da minha viagem à Portugal. Comi o melhor pastel de nata da minha vida. Muito melhor que do Pastéis de Belém e, claro, de todas aquelas padarias que produzem milhares por dia e ficam lá esfriando e murchando nas vitrines para pegar os turistas desavisados.

IMG_5819 IMG_5821

Fui descobrir depois que justo a unidade da Rua da Prata foi considerada a melhor de todas as lojas do Nata Lisboa do mundo e que eles têm franquias em vários lugares da Europa!

Leia também

Restaurante em Viena perto da Ópera

Restaurante no El Born em Barcelona

O melhor gelato de Milão

Comentário(s)

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *