Six Flags, New Jersey – como ir e o que fazer

Sou apaixonada por parques de diversão, já falei de dois por aqui, do Knott’s Berry Farm em Los Angeles e da Disney de Paris, mas agora é hora de falar do Six Flags o maior parque de montanhas-russas do mundo.

Six Flags, New Jersey – como ir e o que fazer

O mais conhecido de todos é o Hurricane Labor, em Los Angeles, mas muita gente não sabe que existe versões do parque em todo os Estados Unidos e a maioria das atrações é a mesma. Tem na California, na Georgia, em Illinois, em Maryland, em Massachusetts, no Missouri, no Texas, em Nova York e em New Jersey.

  

Estava em Nova York, mas escolhi ir no de New Jersey por que pelo que havia pesquisado vi que o de lá é melhor e tem muito mais atrações.

Como ir de Nova York para o Six Flags Great Adventure em Jackson, New Jersey?

Pesquisamos muito até encontrarmos a melhor maneira de irmos para o parque e, como não estávamos de carro, a única maneira que encontramos foi ir de ônibus. O ônibus faz parte do NJ Transit, que é o sistema de transporte público de New Jersey e pode ser comprado em vários lugares de NYC.

Compramos no local mais perto e cômodo, o Port Authority Bus Terminal que fica na estação de metrô 42 Times Square, por onde passa praticamente todas as linhas de metrô da cidade. É onde compramos a passagem e onde também pegamos o trem.

Por lá é possível comprar um pacote que inclui o transporte e o ticket do parque por U$72,00, o preço mais barato que encontramos e o que mais compensava, pois a passagem de ônibus sozinha custava em torno de U$40,00.

  

Compramos o ticket no dia que fomos ao parque e chegamos lá 1 hora antes da partida, que seria 9:00. Os horários disponíveis variam de 7:00 até 9:00 da manhã e na volta o ônibus vai novamente para o Port Authority Bus Terminal. O tempo de viagem de ônibus é de aproximadamente 3 horas.

Dica: para evitar perrengue como o que eu passei, é bom deixar claro que o último horário de saída do parque é as 21:00 e não o único. Não haviam me explicado isso e tive que correr desesperadamente para pegar o ônibus de 20:00 por que estava caindo uma tempestade e o parque fica no meio do nada e não teria aonde ficar até o próximo ônibus (as chuvas na em Nova York e New Jersey começam do nada e acabam do nada também, esse dia foi uma das maiores tempestades que já vi)

Dica 2: o trânsito de NJ para NYC não flui, principalmente a noite. Demoramos muito mais para voltar do que para ir.

A “El Toro” e mais ao fundo a “Kingda Ka” e a “Zumanjaro”.

O parque

Como já mencionei o Six Flags é especialista em montanha russa, não é o tipo de parque que você tem que ficar procurando uma atração com alguma adrenalina (eu e minha amiga não conseguimos dormir a noite por causa da sensação de estar em uma montanha russa, afinal passamos algumas boas horas do dia girando 360°, mas valeu a pena.)

Aqui é possível encontrar todas as atrações com tudo bem explicadinho, mas já adianto as melhores atrações pra mim foram a  “Zumanjaro: Drop of Doom“, uma queda livre de quase 130 metros, a “Twister“, a “Nitro“, que é uma das montanhas russas mais rápidas do mundo (e a gente vai em pé!) e a “El Toro“, a maior montanha russa de madeira do mundo. Tenho certeza que se eu tivesse ido na “El Diablo” e na “Kingda Ka” elas estariam no meu top 5, mas não estavam funcionando no dia.

  

Além das milhares de montanhas russas o parque também tem um safári incrível. Nunca fiz um safári real, só esses de parque mesmo, mas tenho certeza que este é o mais próximo de um safári na África.

  

Para quem está indo para Nova York, já conhece a cidade ou vai ter um dia “livre”, uma boa opção para evitar fazer compras é ir para o Six Flags. Um dos melhores investimentos da viagem.

Leia também:

O melhor cookie de Nova York

Como ir de Nova York para Washington

Hostel em Nova York

Knott’s Berry Farm – um parque temático na California

Disneyland Paris – vale a pena?

Comentário(s)

Comentário(s)